Síndico profissional

 

 

imagem-sindicoO Sindico Profissional esta voltado para a solução das necessidades de condomínios comerciais e residências de todos os portes e segmentos. Determinando boas práticas, otimizamos a solução visando o aprimoramento de processos e serviços, qualificação dos recursos humanos e redução das despesas, tendo resultados positivos a exigência dos nossos clientes.

 

Administramos com transparência o financeiro do condomínio. Os registros de lançamentos de contas são precisos, permitem análise e colaboram com o planejamento para otimizar os resultados. As informações corretas sobre saldo do caixa, valores das obras e serviços, valores das cotas a receber, da inadimplência, de acordos judiciais, das contas a pagar, enfim do volume das despesas fixas ou variáveis e receitas estarão sempre disponíveis de forma esclarecedora.

 

A função de Síndico Profissional, representada pelo art 1.348 do Código Cívil Brasileiro requer: bom senso, jogo de cintura, paciência, conhecimento multidisciplinar para administrar com profissionalismo e imparcialidade o patrimônio alheio, cuidando de questões econômicas, financeiras, técnicas, operacionais e harmonia entre moradores, funcionários e prestadores de serviços.

 

Raramente todos estes requisitos são encontrados nos chamados “Síndicos Convencionais” ou “Sindico Morador” e a necessidade de se contratar um profissional especializado é evidente.

 

 

Nossos serviços

• Convocar a assembleia dos condôminos;
• Representar, ativa e passivamente, o Condomínio;
• Dar imediato conhecimento à assembleia da existência de procedimento judicial
ou administrativo;
• Cumprir e fazer cumprir a convenção, o regimento interno e as determinações
da assembleia;
• Diligenciar a conservação e a guarda das partes comuns e zelar pela prestação
dos serviços;
• Elaborar e/ou fiscalizar a elaboração do orçamento da receita e da despesa
relativa a cada ano;
• Prestar contas à assembleia anualmente e quando exigidas;
• Realizar o seguro da edificação;
• Análise permanente de receitas e despesas do condomínio, visando redução de
custos e equilíbrio de contas.
• Cobrar dos condôminos as suas contribuições, bem como impor e cobrar as
multas devidas;
• Analisar o desempenho dos serviço, fornecendo relatórios ao conselho
consultivo e fiscal;
• Conduzir vistorias periódicas, visando à manutenção e conservação predial e
das áreas comuns;
• Desenvolver um plano de ação para as demandas do condomínio, com as
respectivas prioridades;
• Acompanhar e controlar o efetivo de recurso humano, de acordo com o contrato;
• Criação de procedimentos (limpeza, portaria, manutenção);
• Gestão de orçamentos e obras;
• Intermediar conflitos, reduzindo desgastes entre condôminos e administração;
• Desempenhar trabalhos externos de contatos e resolução de assuntos
administrativos e judiciais;
• Atendimento imediato às solicitações e reclamações dos condôminos;
• Plantão 24h, através de telefone.
• § 1º Poderá a assembleia investir outra pessoa, em lugar do síndico, em poderes
de representação.
• § 2º O síndico pode transferir a outrem, total ou parcialmente, os poderes de
representação ou as funções administrativas, mediante aprovação da
assembleia, salvo disposição em contrário da convenção.